Os cinco componentes fundamentais de uma solução de Internet das Coisas (IoT)

1. Sensores

O primeiro dos componentes fundamentais são os sensores, que farão a medição ou interface com as coisas físicas, podendo também ser atuadores, robôs, qualquer coisa. Se queremos medir a temperatura, pressão, aceleração, então devemos escolher um sensor ou equipamento capaz de fazer o trabalho. Uma lista de equipamentos que pode ajudar na construção disso encontra-se aqui.

2. Conectividade

Depois de escolhido o sensor, é hora de conectá-lo à internet, de maneira segura e confiável. Existem inúmeras redes que podem ser escolhidas, desde ZigBee até rede de celular 3G e 4G, tudo dependerá do tipo de solução que está sendo desenvolvida e seus custos envolvidos.

3. Plataforma

Os dados transmitidos pelos sensores através da rede escolhida deverão ser recebidos, processados e guardados em uma plataforma tipicamente baseada em nuvem. Um solução em nuvem terá melhores condições de aumentar sua capacidade, conforme mais e mais sensores forem adicionados à solução.

4. Análise dos dados

Depois de termos os dados brutos gravados, é necessário que sejam feitos estudos adicionais que transformem esses dados em informações úteis - e por que não, surpreendentes - para os usuários.

5. Interface do usuário

Por último, mas não menos importante, definir como serão apresentadas as informações para o usuário final. A solução deve considerar a apresentação em qualquer celular, tablet ou navegador, assim sua abrangência será maior.